quinta-feira, 27 de setembro de 2018

O regresso de Newt Scamander ao grande ecrã está programado já para Novembro, e agora ficamos com aquele que é o trailer final de Monstros Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald.


Neste trailer podemos ver Albus Dumbledore a incentivar Scamander a ir atrás de Grindelwald para travar a sua ascenção e a guerra entre o mundo mágico e o mundo Muggle.


O trailer gerou polémica em alguns fãs que acusaram de racista a escolha de uma atriz Sul Coreana (Claudia Kim) para o papel de Nagini, mas a escritora J.K. Rowling já saiu em defesa dessa escolha.

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

A Insomniac Games lançou-se na sua primeira aventura de jogos licenciados com o Marvel's Spider-Man, e na minha modesta opinião, esta incursão não podia ter começado melhor.


Desenganem-se se acham que só vou falar maravilhas do jogo, não se deixem enganar pela frase inicial da análise. Este jogo tem alguns problemas mas, no meio do maravilhoso mundo de Nova Iorque construído pela Insomniac, são quase residuais. Mas uma coisa de cada vez.

Primeiro falemos na história. E embora estejamos a falar num jogo, podíamos perfeitamente estar a falar num filme do Marvel Cinematic Universe, já que a forma como o  jogo se desenrola, temos a sensação de estar a assistir a uma (bem) longa metragem do Aranhiço. A sério, até as cenas de pós-créditos e a habitual cameo do Stan Lee temos e tudo!

Stan Lee, co-criador de Spider-Man, numa cameo no jogo | Foto: GeekStorm
Para quem é fã do Homem-Aranha, entrar neste mundo não será em nada estranho. Aliás, este jogo é mesmo feito de fãs para fãs, já que a história de origem do Trepador de Paredes não está presente no jogo, muito pelo contrário: Peter Parker já anda a servir de herói que balança entre os arranha-céus de Nova Iorque há já quase uma década. E essa vasta experiência traduz-se até mesmo no tutorial, já que começamos a aprender as mecânicas de jogo enquanto deitamos abaixo o império do Kingpin.

Com Wilson Fisk preso, o vácuo deixado pela sua ausência começa a ser ocupada pela organização dos Demónios, liderada pelo Mister Negative, que nos é apresentado no início do título como o filantropo Martin Lee, patrão da Tia May. O objetivo do Mister Negative é vingar-se do Presidente da Camara, Normal Osborn, a quem culpabiliza pelas desgraças da sua vida.

Martin Lee, o Mister Negative, um dos vilões deste jogo | Foto: Gizmodo
A história vai avançando com a história de origem do Doctor Octopus, vilão que se vai transformando à frente dos nossos olhos à medida que vamos avançando nas missões principais. A história de Otto Octavious torna-se ainda mais dramática, uma vez que ao longo do jogo somos obrigados a ir ajudando a criar os característicos braços mecânicos da personagem.

Otto Octavius, o Dr. Octopus, a mente por trás dos Seis Sinistros | Foto: Digital Trends
A progressão vai-nos permitindo ver que tudo o que está a acontecer é originado por profundos ódios a Normal Osborn que, mesmo não sendo a personagem mais afável no jogo, conseguimos sentir empatia com ele. Aliás, isso não acontece só com ele: todos os vilões deste jogo estão de tal maneira bem construídos e com as histórias de fundo tão bem trabalhadas que é impossível odiar as motivações de cada um. Exceto o Scorpion, esse só que é dinheiro!

A história é consistente e vai-se "renovando" de tempos a tempos, sendo que no final ficamos com a sensação de que todas as dúvidas que se foram levantando, ficaram respondidas. Elementos como a história paralela do Miles Morales e do relacionamento entre Peter Parker e Mary Jane Watson vão sendo introduzidas aqui e ali, de forma a deixar a progressão respirar sem que o foco seja sempre em dar no canastro dos maus da fita.

O relacionamento entre Peter Parker e Mary Jane é tema abordado na história do jogo | Foto: GeekStorm
A jogabilidade é descomplicada, pelo menos em grande parte do jogo. Balançar de teia em teia é super simples: basta carregar num botão e a consola faz tudo por nós. Isso pode parecer algo negativo, mas muito pelo contrário. Em vez de estarmos preocupados em apontar as teias para pontos específicos, o que temos é a despreocupação de andarmos a passear pelos céus da cidade, sempre à procura de maior dinâmica e velocidade.

No combate, há apenas 4 aspetos que temos de saber: atacar, puxar, desviar e atirar teias. Embora só haja estas 4 funções, ao longo do jogo vamos desbloqueando varias habilidades e movimentos que vão tornando as batalhas muito mais dinâmicas e intensas, mas como vamos aprendendo aos poucos estes novos movimentos, tornam-se extremamente naturais quando os queremos utilizar.

Miles Morales é uma das personagens jogáveis deste título | Foto: PlayStation
Durante a gameplay, apenas há 2 tipos de sequências que soam a repetitivas e desnecessárias, que apenas servem para quebrar o ritmo de jogo: os momentos em que controlamos a MJ ou o Miles. Nestes momentos, temos que andar a esquivar-nos constantemente de inimigos, sem que estes nos vejam. No entanto, nem sempre o comportamento dos NPC's é linear, sendo que umas vezes nos detetam quando estamos a passar bem despercebidos e noutras ocasiões em que passamos mesmo em frente aos seus olhos, parece que estamos a utilizar o Manto de Invisibilidade.

Graficamente, não é possível apontar defeitos a este jogo. Embora esteja otimizado para a PS4 Pro, o jogo não sofre a correr numa PlayStation 4 tradicional, não apresentando quebras na framerate nem baixa de qualidade em nenhum momento. Apenas a apontar a água que é mostrada a correr (não, não estou a falar nas polémicas poças de água) poderiam ter uma textura mais trabalhada, num dos momentos do jogo, durante uma cutscene, quase que parece um monte de teias a serem libertados e não água a jorrar duma boca de incêndio. Os diferentes fatos que podemos desbloquear do Spider-Man estão bem trabalhados, com muitos detalhes e o mais correto possível.

Graficamente apelativo, mas sem grandes surpresas | Foto: PlayStation
Marvel's Spider-Man pode bem ser uma verdadeira obra de arte da Insomniac. É um hino aos fãs de Spider-Man, que se foca na história e no lore do Aranhiço, mas sem medo de inovar e arriscar um caminho próprio.
A introdução da personagem da Yuri Watanabe foi uma lufada de ar fresco e uma excelente forma de ajudar na progressão da história. Apesar de aparecer apenas 2 vezes ao longo do jogo, conseguimos criar uma ligação afetiva com ela.

Mas nem tudo são rosas. Para além do problema de jogabilidade já referido, questões com alguns bugs também prejudicam o título. Por exemplo, os inimigos não chegarem a sair dos edifícios, ficando perpétuamente presos atrás das portas ou paredes, podem prejudicar as missões, obrigando a algumas habilidades para os tentar derrotar, sob penalização de não conseguir progredir decentemente no jogo, ou até a ter que recomeçar a missão.

Outro problema que aponto, é para o facto do bloqueio da linguagem. Senti isso especialmente na pele, por ter comprado a Edição de Colecionador. Incrivelmente, esta edição veio com o jogo em Inglês, ao invés da versão Portuguesa. Isto não seria problemático, caso o jogo permitisse que a linguagem fosse alterada, mas esse não é o caso. Vi-me obrigado a contactar a loja onde comprei para poder ter um disco da versão portuguesa e, assim que a tive, vi-me forçado a recomeçar o jogo, pois as diferentes línguas não são compatíveis uma com a outra. Para a maioria das pessoas, este não terá sido um problema, mas para quem gastou mais dinheiro pela edição de colecionador e viu-se a braços com esta questão, é algo que a Sony deveria tentar garantir que não volta a acontecer.

Análise feita com base num disco final do jogo, adquirida através da Edição de Colecionador
Nota: 9 Spider-Emojis em 10 Spider-Emojis.

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Estamos a poucos dias do regresso da série (terça-feira nos EUA) e sabemos que esta será a última temporada. O que aparentemente ninguém sabe, incluindo o co-criador, Bill Prady é como é que esse final vai acontecer.



Foi o que o co-criador disse ao US Weekly em entrevista, culpa também da série sempre ter evoluído à base de improvisação.
Estamos a chegar ao final da temporada da mesma forma que nos aproximamos das 11 temporadas anteriores: sem qualquer plano. Desde o primeiro dia, nunca planeamos um arco para uma temporada. Não planeamos com antecedência, focamo-nos a contar a próxima história.
Temporada 12 será a última da série | Foto: CBS
Certo é que esta é mesmo a última temporada e que o sentimento no estúdio é algo que  nunca foi sentido antes.
É uma experiência agridoce. É a nossa décima segunda e última temporada. Vamos terminar como a mais longa comédia multi-câmara da televisão americana. É algo difícil de nos habituarmos.
Já todos sabemos que Captain Marvel iria ser a próxima iteração no Marvel Cinematic Universe, mas só agora nos chega o 1º trailer do filme que estreia para o próximo ano.


Passado nos anos 90, Captain Marvel é uma nova aventura passada num período nunca visto na história do MCU, que segue a jornada de Carol Danvers, enquanto se torna num das heroínas mais poderosas do universo. Quando uma guerra galáctica entre duas raças alienígenas atinge a Terra, Danvers dá por si juntamente com um pequeno grupo de aliados, no centro do acontecimento.


No trailer, vemos o mais novo Nick Fury da história, e vamos finalmente começar a entender a ligação entre ele e a Captain Marvel, que só sabiamos que existia devido à cena pós-créditos da Guerra Infinita.

Captain Marvel chegará aos cinemas em Março de 2019.
A Sony decidiu que estava na altura de se juntar à moda das consolas antigas em miniatura, e foi aí que nasceu a PlayStation Classic.


Trata-se de uma versão em miniatura da PlayStation 1 que trará um total de 20 jogos pré-carregados no sistema, entre os quais Final Fantasy VII, Jumping Flash! e Tekken 3. Estes jogos não podem ser aumentados nem trocados, estando limitados aos 20 que vierem de origem.

Conteúdos da caixa da PlayStation Classic. | Foto: PlayStation
A consola será cerca de 45% mais pequena que a original e a caixa vem recheada com 1 PlayStation Classic, 2 comandos, 1 cabo HDMI, 1 cabo USB e manuais. Os comandos serão replicas dos controladores originais, e a ligação HDMI vai emitir em 720p (HD) para a televisão. O cabo USB será para dar alimentação à consola, no entanto o adaptador terá de ser adquirido à parte.

O tamanho da PlayStation Classic é bem mais reduzido que a original | Foto: PlayStation
A PlayStation Classic chega às lojas em todo a mundo a 3 de Dezembro com um valor de 99,99€. Uma opção a considerar como prenda de Natal.

terça-feira, 18 de setembro de 2018

A Netflix anunciou que vai produzir uma série live-action da série Avatar: A Lenda de Aang (Avatar: The Last Airbender), popular e premiada série do Nickelodeon. Michael DiMartino e Bryan Konietzko, criadores da série original, estarão envolvidos também nesta aventura, como showrunners e produtores executivos.



Esta já não é a primeira tentativa de trazer este universo para live-action, já em 2010 a Paramount lançou um filme (The Last Airbender) a explorar este universo, no que seria a 1ª longa-metragem de uma trilogia. A má receção do filme por parte dos fãs da série acabou por ditar o fim do projeto.

Os criadores da série acreditam que esta será a verdadeira adaptação que os fãs esperavam: "Ter a oportunidade de realizar esta versão live-action de Avatar: A Lenda de Aang é uma grande emoção para nós. Vai ser fantástico recriar o mundo de Aang da forma cinematográfica que sempre imaginámos, e com um elenco cultural e etnicamente inclusivo. É uma oportunidade que só aparece uma vez na vida: acrescentar algo ao trabalho magnífico que todos realizaram na série de animação original, e poder explorar mais aprofundadamente as personagens, a história, a ação e a criação deste universo. A Netflix está completamente determinada em dar vida à nossa visão para esta nova versão, e estamos muito gratos por esta parceria."
Ainda não há data de lançamento, mas a produção desta nova série da Netflix vai começar já em 2019.

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

     Como vem sendo habitual nos últimos anos, a poucos dias de ser lançado o novo FIFA a EA vai revelando os melhores jogadores do jogo.


     A lista deste ano é composta por 5 jogadores da LaLiga (sendo 3 do Real Madrid e 2 do Barcelona), 3 da Premier League (Chelsea, Manchester City e Manchester United com 1 jogador cada), 1 da Ligue 1 e do PSG e 1 da Serie A e da Juventus.

     A nível das nacionalidades conta-se 1 jogador alemão, 2 espanhóis, 1 uruguaio, 2 belgas, 1 croata, 1 brasileiro, 1 argentino e 1 português.

     Sem mais suspense, aqui fica a lista:

     10 - Toni Kroos (Real Madrid - Alemanha)

9 - David de Gea (Manchester United - Espanha)

8 - Luis Suárez (Barcelona - Uruguai)

7 - Sergio Ramos (Real Madrid - Espanha)

6 - Eden Hazard (Chelsea - Bélgica)

5 - Kevin De Bruyne (Manchester City - Bélgica)

4 - Luka Modric (Real Madrid - Croácia)

3 - Neymar (Paris Saint-Germain - Brasil)

2 - Lionel Messi (Barcelona - Argentina)

1 - Cristiano Ronaldo (Juventus - Portugal)

     Começando por Toni Kroos, o alemão até desceu uma posição em relação ao FIFA 18, mas manteve o mesmo overall e uma carta semelhante, à exceção do atributo velocidade que aumentou consideravelmente em relação ao que tinha na época passada.

     Pelo que podemos ver, apesar de um Mundial menos conseguido, David de Gea não saiu prejudicado pelo mesmo e a grande época no clube valeu-lhe a subida de 1 ponto no overall em relação ao ano passado e o título de melhor guarda-redes no FIFA 19.

     Sergio Ramos continua a ser o melhor defesa do jogo tendo inclusive subido 1 ponto em relação ao FIFA 18.

     As grandes prestações nos clubes e na seleção belga valeram a Eden Hazard e Kevin De Bruyne um lugar neste Top 10, que não sendo inédito para o primeiro valeu-lhe a subida de 2 lugares em relação ao ano passado e ao segundo a subida ao Top 10.

     Luka Modric, vencedor do prémio para o Melhor Jogador da UEFA na Europa ficou em 4º lugar, quando era "apenas" 12º no FIFA 18.

     Apesar de não entrar sequer na disputa do prémio The Best, Neymar volta a aparecer em 3º lugar para o simulador da EA.

     Lionel Messi volta a conseguir 94 de overall (já não acontecia desde o FIFA 16) apesar de não figurar nos 3 candidatos ao prémio The Best (desde 2007 que o argentino era presença assídua e candidato habitual ao prémio).

     Sem surpresas, o homem da capa e capitão da seleção portuguesa, Cristiano Ronaldo é novamente o melhor jogador do jogo, novamente com 94 de overall mas agora em representação da Juventus.

     Talvez a maior surpresa vá para a ausência de Mohamed Salah do Top 10, visto que o jogador concorreu pelo prémio de Melhor Jogador da UEFA na Europa e está a concorrer igualmente ao prémio The Best.

     FIFA 19 será lançado no dia 28 de setembro para Nintendo Switch, PC, PS4 e Xbox One.

     Quanto à demo, ficará disponível dia 13 de setembro.
     Os palcos onde vão decorrer os próximos jogos de futebol virtual de FIFA 19 foram anunciados na página oficial do jogo.


     Para descontentamento dos adeptos portugueses, nenhum estádio nacional estará presente, algo que apesar de normal não deixa de ser desanimador.

     Contudo, é de destacar a inclusão de praticamente todos os estádios da LaLiga Santander (a exceção é o Camp Nou do FC Barcelona, mas por este ser parceiro oficial da Konami e consequentemente do PES, explica a sua ausência).

     Realçar ainda a volta do Signal Iduna Park do Borussia Dortmund (após o clube ter rescindido contrato com a Konami) e a inclusão do novo estádio do Tottenham que começará a ser usado esta temporada pelo clube de Londres.

     Os estádios poderão ser usados no novo Kick-Off (ainda que os recursos do modo não estarão disponíveis para todas as plataformas), no Modo Carreira e no Ultimate Team, modos nos quais poderemos desfrutar dos visuais, sons e pequenos detalhes de cada um para uma melhor atmosfera de jogo.

     A lista completa dos mais de 100 estádios:

     América do Norte
  • Canadá / Estados Unidos da América
    • MLS
      • BC Place Stadium (Vancouver Whitecaps FC)
      • CenturyLink Field (Seattle Sounders FC)
      • Mercedes-Benz Stadium (Atlanta United FC)
      • StubHub Center (LA Galaxy)

  • México
    • LIGA Bancomer MX
      • Estadio Azteca (CF América)

     América do Sul
  • Argentina
    • SAF
      • El Monumental (CA River Plate)

     Ásia
  • Arábia Saudita
    • Saudi Professional League
      • King Abdullah Sports City (Al Taawon FC)
      • King Fahd Stadium (Al Hilal SFC / Al Nassr ASCC / Al-Shabab)

  • Japão
    • Meiji Yasuda J1
      • Panasonic Stadium Suita (Gamba Osaka)

     Europa
  • Alemanha
    • Bundesliga
      • Allianz Arena (FC Bayern München)
      • BORUSSIA-PARK (Borussia Mönchengladbach)
      • Olympiastadion (Hertha BSC)
      • Signal Iduna Park (Borussia Dortmund)
      • Veltins-Arena (FC Schalke 04)
    • Bundesliga 2
      • Volksparkstadion (Hamburger SV)

  • Espanha
    • LaLiga Santander
      • Coliseum Alfonso Pérez (Getafe CF)
      • Estadio ABANCA-Balaídos (RC Celta de Vigo)
      • Estadio Benito Villamarín (Real Betis Balompié)
      • Estadio Ciutat de València (Levante UD)
      • Estadio de Anoeta (Real Sociedad)
      • Estadio de la Cerámica (Villarreal CF)
      • Estadio de Mendizorroza (Deportivo Alavés)
      • Estadio de Montilivi (Girona FC)
      • Estadio Mestalla (Valencia CF)
      • Estadio San Mamés (Athletic Club de Bilbao)
      • Estadio Santiago Bernabéu (Real Madrid CF)
      • Municipal de Butarque (CD Leganés)
      • Municipal de Ipurua (SD Eibar)
      • Ramón Sánchez-Pizjuán (Sevilla FC)
      • RCDE Stadium (RCD Espanyol de Barcelona)
      • Wanda Metropolitano (Club Atlético de Madrid)
    • LaLiga 1|2|3
      • Estadio ABANCA-Riazor (RC Deportivo de La Coruña)
      • Estadio de Gran Canaria (UD Las Palmas)
      • Estadio La Rosaleda (Málaga CF)

  • França
    • Ligue 1 Conforama
      • Orange Vélodrome (O. Marseille)
      • Parc des Princes (Paris Saint-Germain FC)

  • Holanda
    • Eredivisie
      • Johan Cruijff ArenA (AFC Ajax)

  • Inglaterra
    • Premier League
      • Anfield (Liverpool FC)
      • Cardiff City Stadium (Cardiff City FC)


      • Craven Cottage (Fulham FC)


      • Emirates Stadium (Arsenal FC)
      • Etihad Stadium (Manchester City FC)
      • Goodison Park (Everton FC)
      • King Power Stadium (Leicester City FC)
      • Kirklees Stadium (Huddersfield Town AFC)
      • London Stadium (West Ham United FC)
      • Molineux Stadium (Wolverhampton Wanderers FC)
      • Old Trafford (Manchester United FC)
      • Selhurst Park (Crystal Palace FC)
      • St. James' Park (Newcastle United FC)
      • St. Mary's Stadium (Southampton FC)
      • Stamford Bridge (Chelsea FC)
      • The Amex Stadium (Brighton & Hove Albion FC)
      • Tottenham Hotspur Stadium (Tottenham Hotspur FC)
      • Turf Moor (Burnley FC)
      • Vicarage Road (Watford FC)
      • Vitality Stadium (AFC Bournemouth)
    • English Football League Championship
      • Carrow Road (Norwich City FC)
      • KCOM Stadium (Hull City AFC)
      • Liberty Stadium (Swansea City AFC)
      • Loftus Road (Queens Park Rangers FC)
      • Riverside Stadium (Middlesbrough FC)
      • Stadium of Light (Sunderland AFC)
      • Stoke City FC Stadium (Stoke City FC)
      • The Hawthorns (West Bromwich Albion FC)
      • Villa Park (Aston Villa FC)
    • English Football League One
      • Fratton Park (Portsmouth FC)

  • Itália
    • Serie A TIM
      • Allianz Stadium (Juventus FC)
      • Stadio Olimpico (AS Roma / SS Lazio)
      • San Siro (AC Milan / FC Internazionale Milano)

     Resto do Mundo
  • Rússia
      • Otkritie Arena (FK Spartak Moskva)
  • Ucrânia
      • Donbass Arena (FC Shakhtar Donetsk)

     Internacional
  • Inglaterra
      • Wembley Stadium (Inglaterra)

     Genéricos
      • Al Jayeed Stadium
      • Aloha Park
      • Arena del Centenario
      • Arena D'Oro
      • Court Lane
      • Crown Lane
      • Eastpoint Arena
      • El Grandioso
      • El Libertador
      • Estadio de las Artes
      • Estadio El Medio
      • Estádio Presidente G.Lopes
      • Euro Park
      • FeWC Stadium (somente para PlayStation 4 e Xbox One)
      • Forest Park Stadium
      • Ivy Lane
      • Molton Road
      • O Dromo
      • Sanderson Park
      • Stade Municipal
      • Stadio Classico
      • Stadion 23. Maj
      • Stadion Europa
      • Stadion Hanguk
      • Stadion Neder
      • Stadion Olympik
      • Town Park
      • Union Park Stadium
      • Waldstadion


     28 de setembro é a data de lançamento mundial do novo jogo da franquia FIFA para Nintendo Switch, PC, PS4 e Xbox One.
     A demo ficará disponível dia 13 de setembro.

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

     Recentemente, a PlayStation Portugal já tinha aberto a Bancada PlayStation Plus, passatempo que permite aos subscritores da PlayStation Plus irem ver os jogos em casa dos 3 grandes do futebol português no campeonato.


     Agora também é possível concorrer a bilhetes dos jogos fora de casa de FC Porto e SL Benfica na UEFA Champions League e do Sporting CP na UEFA Europa League. Este passatempo inclui ainda, para além dos bilhetes, viagens e estadia.


     Para participar, basta ter uma subscrição PlayStation Plus ativa e seguir o Instagram da PlayStation Portugal. Por cada jogo serão premiados 2 subscritores da PlayStation Plus.

     O primeiro passatempo já está a decorrer para poderem ir ver o FC Porto à Alemanha e mais concretamente a Gelsenkirchen, local de boas memórias para o clube, já que foi aí que conquistou a sua 2ª Liga dos Campeões.


  • 18 de setembro: Schalke x FC Porto
  • 02 de outubro: AEK Atenas x SL Benfica
  • 23 de outubro: Ajax x SL Benfica
  • 24 de outubro: Lokomotiv Moscovo x FC Porto
  • 27 de novembro: Bayern x SL Benfica
  • 11 de dezembro: Galatasaray x FC Porto
     Calendário UEFA Europa League

  • 04 de outubro: Vorskla x Sporting CP
  • 08 de novembro: Arsenal x Sporting CP
  • 29 de novembro: Qarabağ x Sporting CP

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

     Assim como havia prometido antes do lançamento do jogo (adicionar mais ligas e equipas ao longo ano), a Konami revela agora que a Toyota Thai League é a primeira a ser incluída neste sentido.


     O anúncio (que pode ser visto na conta Twitter da empresa nipónica e no Youtube da mesma) revela que a parceria estabelecida com a Associação de Futebol da Tailândia contempla ainda a licença da Seleção daquele país. A data em que chegarão as novas licenças não foi revelada mas no vídeo de apresentação da liga aparece "brevemente".


     Vale ressaltar que esta é a primeira parceria da Konami no Sudeste Asiático e que contará também com o patrocínio da empresa no torneio Thai E-League Pro: PES 2019

     Sendo esta uma das regiões mais importantes da ASEAN no quadro dos eSports, a associação de futebol do país espera com esta medida promover o futebol local a nível internacional.

     PES 2019 já está disponível para PC, PS4 e Xbox One.