sexta-feira, 15 de março de 2019

Crítica Captain Marvel (by Tutan)

Como já devem ter lido a crítica do Pedro Nogueira, introduções ao filme são desnecessárias, tenho de referir que eu como fã do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU) vi o filme não apenas como uma história, mas como um capítulo de uma história maior. 


Enquanto história singular, achei o filme realmente bom, apesar de ter de concordar com o meu colega de redação em alguns aspetos: o filme vem tarde e mais uma vez cai no erro de ter vilões fracos e que no final apenas são pó ao vento. (verdade seja dita que depois de Thanos, todos os vilões parecem fracos).

No entanto, o filme consegue surpreender pela positiva, em boa parte por fazer o contrário do último Terminator, em que o trailer revela todo o enredo do filme. Neste caso a história toma um rumo que quem viu os trailers não esperava. Passar-se nos anos 90 faz com que tudo no fundo seja um “easter egg” pronto para ser descoberto e isso é algo leva fãs ao cinema e que dá ao filme um toque de alegre saudosismo.

Foto: Marvel Studios
É impossível, pelo menos para mim, falar de Capitão Marvel e não comparar com o filme da Mulher Maravilha, de 2017. As maiores diferenças que são as cenas de acção e as músicas. (Não vamos voltar a falar dos maus da fita).


Mulher Maravilha (DC) e Captain Marvel (Marvel) | Foto: GeekStorm

O filme da Mulher Maravilha consegue ter uma banda sonora magnifica e bastante memorável, principalmente o tema principal. Já o da Captain Marvel desde a banda sonora, tudo músicas dos anos 90 como não podia deixar de ser, ao tema focado na heroína, não conseguem causar impacto. O outro factor facilmente comparável são as cenas de heroísmo, em que em Capitão Marvel são bastante fracas enquanto comparadas com as da heroína da DC, quem não se lembra da Diana atravessar um campo de batalha apenas empunhando um escudo e a levar fogo de duas metralhadoras pesadas? É disso que eu estou a falar.


Foto: Marvel Studios
Como um capitulo do MCU, este filme não deixa de ser uma peça bem interessante que merece ser visto, mas na realidade as suas consequências ainda não se conseguem avaliar, temos de esperar pela grande conclusão da Guerra do Infinito, pelo End Game.

E já agora "Thank you Stan Lee".

Sem comentários:

Enviar um comentário