Full width home advertisement

Críticas de Cinema

Destaques Tecnologia

Post Page Advertisement [Top]

Estes últimos anos têm sido fortuitos para os vampiros, já que têm dominado o imaginário da cultura POP, mas esta é uma tendência que vai sofrendo alterações ao longo dos anos. Na década de 90, as bruxas e a magia dominavam a cena com Sabrina: A Bruxinha Adolescente.


 Sabrina, a Bruxinha Adolescente
(1996) on IMDb



A série é uma adaptação das BD's com o mesmo nome publicado pela Archie Comics, mas adaptação é  mesmo a melhor definição, já que para além dos nomes e origens das personagens, poucas coisas têm em semelhança.

Estreou em 1996 nos Estados Unidos, mas apenas em 2001 é que chegou à antena da RTP 2, canal responsável pela transmissão da série em Portugal. Sabrina: A Bruxinha Adolescente, ao contrario de algumas adaptações mais recentes, era uma série muito  leve, uma comédia familiar com traços infanto-juvenis muito fortes. A história era em volta de Sabrina Spellman que no seu 16º aniversário descobre que é uma bruxa e tem poderes mágicos. As suas tias Hilda e Zelda Spellman são as suas tutoras mágicas e em cada episódio, arranjam sempre maneira de o novo feitiço dar asneira e têm que o resolver, aprendendo uma valiosa lição sobre "com grandes poderes vêm grandes responsabilidades".



Para além de Sabrina, Hilda e Zelda, o elenco permanente da série conta ainda com Salem, o gato falante da família que na verdade é um feiticeiro condenado a viver como felino como sentença pelos seus atos de vilania que teve no passado.


Sabrina: A Bruxinha Adolescente esteve no ar durante 7 temporadas em 2 estações diferentes: primeiro na ABC  e depois no The WB. Melissa Joan Hear era a atriz que dava vida a Sabrina Spellman, com as tias Hilda e Zelda a serem interpretadas por Caroline Rhea e Beth Brotherick respetivamente. Nicky Bakey era a voz do irreverente gato Salem.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib | Edited for Geekstorm